Notícias
O que deve saber sobre o mercado imobiliário
Notícias
voltar \ Porquê recorrer a um Mediador Imobiliário

Porquê recorrer a um Mediador Imobiliário

07 fev 2018
Porquê recorrer a um Mediador Imobiliário
Quando decide comprar casa deve pensar se quer iniciar este projeto com ou sem a ajuda de um profissional. Não é nenhum dilema, vai ver. Ao longo dos próximas linhas prepare-se para tomar notas, pesar as suas prioridades e decidir como quer encontrar a sua casa de sonho…
A sua casa, a sua busca
Caso decida que esta busca é só sua e que vai fazê-la sozinho, deve saber antes de mais que isso vai exigir muito mais tempo de sua parte, do que se recorresse a um profissional imobiliário. Se tem esse tempo disponível, comece por definir que tipo de imóvel pretende: se apartamento ou moradia, qual o número de quartos, qual a localização e qual o preço máximo que pretende investir. Depois comece a procurar os imóveis que correspondem a essas características. Para o fazer vai ter de gastar mais algum tempo, por exemplo a visitar sites de mediadores imobiliários, a consultar portais imobiliários, a comparar e selecionar imóveis, a analisar a informação e a fazer telefonemas para saber mais detalhes sobre esses imóveis. Se isto não for suficiente poderá ainda ter de visitar as zonas onde quer comprar casa e procurar as placas que sinalizam os imóveis à venda, ligando depois para saber as características e se esses imóveis ainda estão disponíveis para venda.
Depois é necessário despender tempo a agendar visitas com os proprietários ou com as agências imobiliárias, a comparar preços, a tentar perceber se os imóveis que está a visitar estão a preço de mercado e se são boas oportunidades.
Nesta fase é possível que visite muitos imóveis que não correspondem exatamente aquilo que procurava, que não apresentem uma boa relação preço-qualidade, que não estejam localizados exatamente na zona que imaginava, ou que o bairro e a vizinhança não reúnam as condições que desejava. Se for assim não desespere, isso é perfeitamente normal.
Se finalmente algum desses imóveis cumprir os requisitos determinados, será necessário apresentar uma proposta de compra e esperar que o proprietário a aceite. Nesta fase deverá estar preparado para negociar alguns aspetos relacionados com o imóvel, tentar perceber o estado e condições desse imóvel, a canalização, a orientação solar, o isolamento e a insonorização, principalmente se se tratar de um imóvel usado. Se avançar com o negócio, uma vez acordadas as condições de venda, terá de assinar um contrato de promessa de compra e venda e proceder à gestão de todas as tarefas que permitem a realização da escritura e caso seja necessário da concessão do crédito habitação.
A determinada altura irá mesmo perceber que necessita de recorrer ao aconselhamento especializado de profissionais
Assim, e embora o processo possa parecer ligeiro no início, a verdade é que à medida que se avançam etapas, a compra de casa torna-se um processo cada vez mais complexo. A determinada altura irá mesmo perceber que necessita de recorrer ao aconselhamento especializado de profissionais, como advogados ou solicitadores, sobretudo no que diz respeito aos aspetos legais da operação, uma vez que, se não possuir experiência nesta matéria, não é seguro realizar essas tarefas por si só.
Encontrou o imóvel que tanto procura? Não? Há quem possa ajudá-lo.
Porque o processo de escolha e de compra de casa é muito mais complexo do que possa parecer à primeira vista, recorrer a um mediador imobiliário é sempre a opção mais recomendável e segura. A experiência e conhecimento da zona dos profissionais são uma das suas maiores mais-valias. Os serviços do mediador imobiliário vão facilitar todo o processo inicial de identificação, de escolha, de contacto e de negociação com os proprietários. Ninguém melhor do que um mediador imobiliário pode identificar facilmente os imóveis em comercialização na zona pretendida, saber logo as suas características e perceber se esses imóveis se ajustam aquilo que procura. O profissional imobiliário vai fazer este trabalho por si e vai selecionar e apresentar-lhe não só os imóveis que correspondem aquilo que procura, mas que também representam um bom investimento.
O mediador imobiliário é o interlocutor certo na hora de negociar as condições de compra e venda do imóvel, encarregando-se da elaboração do contrato de promessa de compra e venda e de todas as diligências necessárias para a realização da escritura. Se necessário, o mediador imobiliário, poderá inclusivamente dar-lhe informações genéricas sobre as diferentes soluções de crédito habitação que existem no mercado, caso necessite de financiamento para concretizar a compra. Também nesta parte final, o mediador é uma mais-valia pois os contactos que possui com as Instituições Financeiras tornam a contratação do crédito habitação um processo mais simples, mais comodo e seguro para os seus clientes.
Porque um mediador imobiliário pode responder a todas as suas dúvidas na altura de comprar casa, porque é capaz de identificar as melhores oportunidades de negócio para si, porque é um negociador com experiência, porque os seus serviços incluem o tratamento de toda a documentação e de todos os aspetos legais relacionados com a compra e, finalmente, porque lhe pode fazer poupar muito tempo, o mediador imobiliário deve ser a sua primeira opção na altura de comprar casa. Este é o único interlocutor que o pode fazer com toda a segurança a mediação desta operação, além de disporem de um seguro de responsabilidade civil.
No final de contas a decisão de recorrer a um mediador imobiliário ou comprar sozinho é sua. Contudo não se esqueça: esta é uma jornada que deve fazer com responsabilidade e em segurança. 

Fonte: www.creditohabitacao.com
Veja Também